quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Neemias

7,72b-8,12
No primeiro dia do sétimo mês de um ano situado na segunda metade do séc. V a.C., nasce o fenômeno político-religioso chamado judaísmo. O acontecimento marcante é o livro da Lei,  certamente o núcleo do atual Pentateuco. Tal livro é promulgado publicamente como lei que regerá a vida política, social e religiosa da comunidade. Daí por diante e até nossos dias, o judaísmo foi pouco a pouco se tornando religião do livro, que acabou por substituir completamente o Templo e os sacrifícios.

A comunidade nasce quando todos ouvem a palavra de Deus, que precisa ser traduzida (esclarecida no seu significado original) e explicada (aplicada à situação concreta da comunidade), para que todos compreendam. Essa palavra, que ensina a conquistar a liberdade e a vida, gera sempre novo comportamento,  que produz partilha, comunhão e alegria (refeição). O centro vital da comunidade é a compreensão da Palavra,  que leva a comunidade a praticar a justiça da qual surge a vida para todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário